domingo, 19 de março de 2017

O QUE É ARTE.

O que é Arte.

Arte é a capacidade que o homem tem de por em prática uma ideia.
A arte é uma coisa difícil de definir, são certas manifestações humanas, diante dos nossos sentimentos é admirativo.
A arte não apresenta qualquer ligação necessária com a beleza, de uma maneira simples é a tentativa de criação de formas agradáveis.
É uma necessidade que você adquire no dia-a-dia.
O homem cria objetos não apenas para servir-se utilitariamente, mas também para expressar seus sentimentos, emoções e pensamentos.

A obra de arte deve ser vista como uma cultura de um determinado povo, pois podem retratar situações do cotidiano, mostrar sentimentos religiosos e o trabalho de sua região.

Referência: Apostila Paulo Rigotti.

O QUE É ARTE

O que é Arte:

Arte é a atividade humana ligada a manifestações de ordem estética, feita por artistas a partir de percepção, emoções e ideias, com o objetivo de estimular esse interesse de consciência em um ou mais espectadores, e cada obra de arte possui um significado único e diferente.
Arte é um termo que vem do latim, e significa técnica/habilidade. A definição de arte varia de acordo com a época e a cultura, por ser arte rupestre, artesanato, arte da ciência, da religião e da tecnologia. Atualmente, arte é usada como a atividade artística ou o produto da atividade artística. A arte é uma criação humana com valores estéticos, como beleza, equilíbrio, harmonia, que representam um conjunto de procedimentos utilizados para realizar obras.
Para os povos primitivos, a arte, a religião e a ciência andavam juntas na figura, e originalmente a arte poderia ser entendida como o produto ou processo em que o conhecimento é usado para realizar determinadas habilidades. Para os gregos, havia a arte de se fazer esculturas, pinturas, sapatos ou navios.
A arte é um reflexo do ser humano e muitas vezes representam a sua condição social e essência de ser pensante.

Referência

http://www.significados.com.br/arte/ acesso 09 de fevereiro às 20: 30

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Jackson Pollock e sua Arte

EXPRESSIONISMO ABSTRATO

Expressionismo Abstrato.

O Expressionismo abstrato era mesmo um acontecimento que compreendia a “arte” não só como o produto da criação artística, mas também como o processo de criação.
Também chamado “pintura de ação” e Escola de Nova York, o Expressionismo Abstrato enfatizava a energia, a ação, o movimento e o frenesi.
O Expressionismo Abstrato começou a tomar forma no fim dos anos quarenta e no início dos cinqüenta.
Liderado pelos artistas Arshile Groky, Hans Hofmann e Jackson Pollock, os expressionistas abstratos se libertaram da abstração geométrica e da necessidade de sugerir imagens reconhecíveis. Dando rédea solta ao impulso e ao acaso, o ato apaixonado de pintar tornou-se em si mesmo um valor absoluto.
Ninguém sintetizou melhor do que Pollock essa selvagem abordagem subconsciente.
Pollock realizou uma extraordinária ruptura ao abandonar o pincel, trocando-o por chapiscos, chuviscos e pingos em pinturas comerciais em imensos rolos de telas espalhadas no chão de seu estúdio celeiro, arremessando loucamente punhados de tinta numa configuração totalizadora e jogando fora, junto com as latas de tinta vazias, todas as considerações artísticas convencionais, tais como primeiro plano, fundo, ponto, ponto focal e perspectiva.


Jackson Pollock (1912-56)


Resultado de imagem para jackson pollock pintando

Resultado de imagem para jackson pollock obras

Resultado de imagem para jackson pollock obras

Resultado de imagem para jackson pollock obras



Arshile Gorky (1904-48)

Resultado de imagem para Arshile Gorky

Resultado de imagem para Arshile Gorky

Resultado de imagem para Arshile Gorky

Referências

Strickland, Carol - Arte Comentada, Ediouro

imagens internet.

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

MUSEU A CASA DE PORTINARI

                               

                           
















































































































  

                                        




















Fotos Adriana Ferreira Pedroso
Museu A asa de Portinari.